Pintor belga Frans Hals ganha exposição no Met de NY

Quadro do pintor belga Frans Hals, exibido em exposição dedicada a ele no Museu Metropolitan de Nova York. Foto: EFE

Quadro ‘Retrato de um Homem’, produzido pelo pintor belga entre 1636 e 1638
Foto: EFE

O imediatismo e as pinceladas deslumbrantes do pintor belga Frans Hals (1582/83-1666) protagonizam uma exposição no Museu Metropolitan de Nova York, que conta com uma das coleções mais importantes do mundo das obras do artista.

“A técnica de Hals é excepcional. Suas pinceladas soltas foram muito admiradas por pintores impressionistas, como Claude Monet e Van Gogh”, disse à Agência Efe o responsável pela exposição e pela área de pintura europeia do museu, Walter Liedtke.

Frans Hals no Met apresenta 13 retratos, 11 pertencentes ao Metropolitan, cuja coleção somente é superada pela do museu de Haarlem, da Holanda, cidade onde o artista viveu por mais tempo.

A mostra, inaugurada nesta terça-feira (26) e que ficará em exposição até o dia 10 de outubro, se completa com uma seleção de obras de outros mestres belgas, entre eles, Peter Paul Rubens (1577-1640) e Anton Van Dyck (1599-1641), contextualizando, assim, a importância do trabalho de Hals para a época.

As obras do naturalista foram muito famosas em seu tempo, mas deixaram de ser no século 18, “quando a estética pedia detalhes mais marcados”, afirmou Liedtke. No entanto, desde 1860, os impressionistas voltaram a reivindicar o trabalho de Hals, e além de Monet (1840-1926) e Van Gogh (1853-1890), outros pintores, como Gustave Courbet (1819-1877) e Édouard Manet (1832-1883), se tornaram fãs do mestre belga e realizaram obras que evocavam seus quadros.

Entre as telas mais famosas, Liedtke destacou Jovem Homem e Mulher em uma Taberna (1623), que, com seu caráter alegre, retrata dois jovens que acabaram de se conhecer em uma taverna.

Fonte: Terra

Posts Relacionados:

Com as tags: , , , , , |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *