“Ocupação Angeli” celebra o cartunista no Itaú Cultural

Seus personagens são clássicos: Rê Bordosa, Bob Cuspe, Meia Oito, Rhalah Rikota, Bibelô, os Skrotinhos. Ao longo de quarenta anos de caneta, tinta e papel, o cartunista Angeli criou tipos que retratavam a sociedade brasileira em sua faceta mais underground. Paulista da Casa Verde, trouxe o cinza, a fumaça e o desconforto da metrópole para seus desenhos, cativando leitores de várias gerações.

De 16 de março a 29 de abril, o Itaú Cultural promove a “Ocupação Angeli”, uma exposição grandiosa sobre o cartunista, com curadoria da designer gráfica Carolina Guaycuru e projeto expográfico da cenógrafa e arquiteta Patrícia Rabbat.

A mostra traz 800 obras (sendo 80, originais) e 20 fotos do chargista – seu acervo particular conta 30 mil obras, entre tiras, quadrinhos, charges, ilustrações, capas de discos, filmes e vídeos – em um espaço de 120 m² que recria, em uma versão idealizada, seu estúdio de criação, onde nasceram tantos personagens – bem como tiras da série “Angeli em Crise”, onde ele destila, em tinta, um lirismo em cores, despreocupado de sentido.

A “Ocupação Angeli” traz distintos temas e estilos de trabalho. As charges, cartuns, caricaturas, tiras, esboços abordam o sexo, o comportamento humano, a política e a música.

Os visitantes também poderão assistir, de 29 de março a 1º de abril, a uma mostra de audiovisual com 13 produções – entre curtas, documentários e longas  de animação – ligadas, de alguma forma, à obra de Angeli.

 

Fonte: Catraca Livre

 

Posts Relacionados:

Com as tags: , , , , , , , |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *