Caixa Cultural faz homenagem póstuma à Bernardo Cid

Os 40 anos de trabalho de Bernardo Cid, dedicado à arte, não passa desatento pela Caixa Cultural Sé, que reuniu mais de 100 peças realizadas pelo pintor, escultur, gravador e desenhista. A mostra “Fazer Arte: A Ordem Oculta de Bernardo Cid” fica em cartaz na caixa entre 23 de julho e 18 de setembro, com a entrada Catraca Livre.

A mostra ressalta a originalidade de Cid que contribui em demasia para as artes plásticas brasileiras. Sob curadoria de Sergio Pizoli, os materias da “Fazer Arte – A Ordem Oculta de Bernardo Cid” foram recolhidos do acervo da família do artista.

Bernardo Cid participou, ao longo da vida vida, do Salão Nacional de Arte Moderna, RJ, 1959; Bienal SP, 1959 e 1965; Salão Paulista de Arte Moderna, 1959 (Menção Honrosa, 1961; Prêmio Governador do Estado, 1968); Panorama da Arte Atual Brasileira, MAM SP, 1969 e 1976; Tradição e Ruptura: Síntese de Arte e Cultura Brasileiras, 1984; A Arte do Imaginário, Galeria Encontro das Artes, SP, 1985; 100 Obras Itaú, MASP, 1985; Bienal Brasil Século XX, Fund. Bienal -SP, 1994; Os Colecionadores – Guita e José Mindlin: Matrizes e Gravuras, FIESP,1998.1998.

Bernardo Cid - Divulgação
Bernardo Cid - Divulgação
Bernardo Cid - Divulgação
Fonte: Catraca Livre

Posts Relacionados:

Com as tags: , , , , , |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *