Arte latina em alta

CAMILA MOLINA / MADRI – O Estado de S.Paulo

Uma fileira de bandeiras hasteadas em bases de concreto, rígidas, se transformou, este ano, numa espécie de monumento sobre a crise da União Europeia na Arco Madri, feira de arte contemporânea, aberta ontem, na capital espanhola. Trata-se da obra Questão Nacional, do gaúcho Marlon de Azambuja, que vive e trabalha em Madri.

A Espanha – a Europa – passa por um de seus piores momentos de arrocho econômico. Mesmo assim, a Arco 2012, que tem hoje sua inauguração oficial com a presença do príncipe Felipe e amanhã abre-se para o público, continua sua toada, reunindo, nesta edição, estandes de 215 galerias e apresentando a Holanda como país convidado. É um número considerável de participantes.

“A feira Miami Basel é a concorrente direta da Arco e tirou muito a força da representação latina aqui”, diz a galerista paulistana Luciana Brito, que integra o comitê do evento espanhol. Apenas quatro galerias do Brasil integram o Programa Geral da atual edição da feira de Madri – além do estande de Luciana, em que os destaques são o painel da fotoperformance Art Must Be Beautiful, de Marina Abramovic (por 300 mil), e instalação de Ricardo Basbaum ( 15 mil), há as paulistanas Casa Triângulo (com obras de Eduardo Berliner, Camila Sposati, Sandra Cinto e Albano Afonso, entre outros), Dan Galeria (com concretos e neoconcretos de altos valores) e Ybakatu Espaço de Arte (de Curitiba). Para se fazer uma comparação, a feira Miami Basel de 2011, realizada em dezembro nos EUA, contou com 17 galerias brasileiras.

Mas há mais Brasil na Arco 2012. Na seção Solo Projects: Focus LatinoAmérica, de mostras individuais, o brasileiro Cauê Alves participou do grupo de curadores do segmento e estão entre os selecionados as artistas Lia Chaia (galeria Vermelho), Rochelle Costi (Luciana Brito) e Ester Grinspum (Transversal), além da dupla Dias&Riedweg (representados pela marchande Filomena Soares, de Lisboa).

É possível ainda ver criadores nacionais no novo programa expositivo da feira, o Solo Objects, para esculturas ou instalações escultóricas de grande porte – dele participam Azambuja, pela galeria madrilenha Max Estrella, e Adriano Amaral (da Transversal). Outros criadores nacionais estão espalhados pelos estandes de galerias estrangeiras, como as obras de Lygia Pape, destaque do espaço de Graça Brandão, de Portugal.

“Para driblar a crise, tivemos de convidar mais colecionadores estrangeiros”, diz Carlos Urroz, diretor da Arco – e ele conta que o orçamento para esta 31.ª edição é de 4 milhões (apenas 5% doado pelo governo da Espanha). “Trabalhamos pela internacionalização da feira, não é um evento de espanhóis.” Destacar a Holanda como convidada (leia mais abaixo) é uma ação nesse sentido. No ano passado, foi a vez da Rússia ser homenageada (e este ano, cinco galerias russas voltaram ao evento).

Tàpies. Ainda é cedo para avaliar os negócios realizados na Arco 2012, mas é possível dar alguns destaques em exposição. O pintor e escultor catalão Antoni Tàpies, que morreu dia 6, recebe homenagem – em um painel, galeristas, artistas e o público poderão pôr mensagens especiais sobre o artista. Uma de suas pinturas-assemblage, Principiel, de 1989, está à venda na feira por 700 mil pela galeria Lelong de Paris.

Já a mais valiosa do evento, que se encerra no domingo no complexo Ifema, é a pintura Study from the Human Body. Figure in Movement (1982), de Francis Bacon, avaliada em US$ 15 milhões (galeria Marlborough, de Madri). Mais ainda, o polêmico chinês Ai Weiwei, representado pela galeria madrilenha IvoryPress, tem uma escultura feita em porcelana cotada em 150 mil e o jovem cubano Wilfredo Prieto, criador de raiz conceitual, participa da feira com uma das peças entre as mais caras, o trabalho One Million Dollars – feito de uma nota do dinheiro americano e espelhos -, cujo preço é 760 mil. “Fundação Coca-Cola, Ministério da Cultura, Museu Reina Sofia e Fundação Arco já garantiram que vão fazer aquisiçoes”, informa ainda Urroz.

Fonte: www.estadão.com.br

Posts Relacionados:

Com as tags: , , , , , , , , |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *