A semana da arte moderna

Com duas aulas, amanhã e dia 20, o curso 1922: A Semana Que não Terminou pretende rever verdades e mitos do episódio que entrou para a história como um divisor de águas entre o novo e o velho na cultura brasileira. Há versões que o retratam como uma insurreição revolucionária de jovens artistas insuflados pela modernização de São Paulo a outras, mais céticas, que lhe negam relevância histórica, tratando-o quase que como uma “armação” da intelectualidade paulista. Ministrado pelo jornalista Marcos Augusto Gonçalves, o curso custa R$ 230, e ocorre sempre às 20h, na Casa do Saber, Rua Mário Ferraz, 414, telefone 3707-8900.

Fonte: Estadão

Posts Relacionados:

Com as tags: , , , , , , , |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *