Exposição Moisés Patrício

“EQUILÍBRIO POSSÍVEL”

Não por acaso a linha é um divisor importante na obra de Moisés Patrício. Ela é elaborada e reelaborada incessantemente como tempo e espaço ilimitado dentro do seu universo criativo. O mundo pictórico é primeiro construído com elas e só depois surge a cor para completar e finalizar sua poética. O caminho inverso também acontece quando os elementos observados são fotografados e reelaborados para os papeis encontrados ou adquiridos aleatoriamente no seu entorno.
A elaboração incessante de linhas nasce de seu universo particular de pesquisas. É através das observações de sua casa-ateliê e seu entorno unida a suas andanças pelo mundo em busca de espaço para grafitar que surge sua vontade de alterar as linhas-espaços para que estes tornem-se lugares participativos e democráticos.
As linhas questionam os limites do homem em seu habitar urbano, o emaranhado de moradias, viadutos e construções desordenadas habitadas ou não que povoa m as grandes metrópoles. O artista observa e traduz em suas pinturas as mudanças diárias que acontecem nas cidades e que confundem os moradores em condição de impotência para qualquer tipo de ação e transformação. Moisés transforma sua realidade com muita percepção e força de trabalho intuitivo, levando o observador ao questionamento dos espaços arquitetônicos e seus entornos.

Damara Bianconi

« Voltar